MATERIAL PARA LETTERING: O QUE É NECESSÁRIO PARA DESENHAR LETRAS?

Para começar no lettering, e mesmo para seguir praticando diferentes técnicas de caligrafia, é essencial ter um kit inicial de materiais e itens básicos para desenhar as letras. O material para lettering vai variar muito de acordo com o nível do artista e suas preferências entre técnicas.

Um exemplo é o caso do brush lettering, focado na utilização de pincéis e canetas de bico pincel ou bico de pena. Para essa prática, os materiais são mais complexos e a qualidade e seleção por marcas pode ser necessária. Mas, principalmente entre quem está começando no lettering, o material básico já é suficiente para treinar e se encontrar dentro dos tipos de lettering.

PAPEL E CADERNETA

É a superfície para treinar o lettering e criar suas letras personalizadas. Uma caderneta ou caderno é uma boa pedida para sempre praticar e manter um registro sobre sua evolução. As folhas podem ser lisas, com maior liberdade, ou então pautadas ou quadriculadas, boas opções para auxiliar no desenho e elaboração das letras.

Também podem ser comprados blocos de papel em tamanho A4 (padrão), observando a gramatura que deve ser superior a 140 g/m² para casos de utilização de tintas, canetas e técnicas aguadas.

CANETAS PARA LETTERING

São muitas opções de material para lettering quando falamos nas canetas. A caneta esferográfica comum é uma opção para começar na técnica e praticar, porém são mais indicadas as canetas de tinta ou nanquim, observando a espessura e formato da ponta. Para colocar um pouco de cor no seu lettering, opte pelas canetas marcadoras (tipo “canetinha”). A ponta pincel é recomendada, mas seu manuseio leva algum tempo, por isso é interessante começar com opções mais simples.

Observe sempre a espessura das pontas e diferenciais do pigmento. Existem também as opções de canetas para vidro, as de tinta permanente, as de cores neon, a caneta giz, entre outras opções.

LAPISEIRA OU LÁPIS

São materiais necessários para rascunhos do lettering, traçado de linhas guias e também para treinar a caligrafia. Não existem grandes diferenciais entre a lapiseira e o lápis grafite para os fins do lettering, sendo uma questão de preferência na hora de preparar seu material.

RÉGUA

Uma régua transparente de 15 ou 30 cm é importante para desenhar as linhas guias para o lettering. Dependendo do gosto e das técnicas de cada artista, também pode ser interessante utilizar também esquadros, compasso e régua de curva francesa. Para começar, a régua mais básica já cobre as necessidades.

PINCÉIS E TINTAS

Faz parte do material de quem quer se especializar no brush lettering. As tintas podem ser as caligráficas ou também aquarelas e o nanquim. Já o pincel pode vir em diversos formatos, sendo o de pelos ou cerdas macias ou então o modelo com reservatório para a tinta ou para água (na técnica de aquarela).

Responder

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatório.