COMO FAZER LETTERING? 5 DICAS PARA COMEÇAR

A caligrafia já não é mais uma prática só para a fase de alfabetização. O lettering, também referido como hand lettering (letras à mão) ou brush lettering, é uma tendência em projetos artísticos, na organização de peças escritas e até mesmo em decorações, sendo aplicado em grandes projetos com o uso de lousas e vidros. O lettering, como você já deve conhecer, é o desenho de letras personalizadas, que utiliza as letras em diferentes formatos e tamanhos para criar visuais atrativos, divertidos e interessantes.

O brush lettering é um pouco mais específico, pois se refere às letras desenhadas com os marcadores de ponta pincel ou pincéis propriamente ditos. As duas práticas são complementares e andam juntas, ponto importante para quem se interessa em como fazer lettering.

Para quem quer começar no lettering, preparamos 5 dicas iniciais para este artigo. Confira abaixo e mãos à obra!

Procure conteúdo de estudo

Felizmente, esse passo inicial é o mais simples. Existe muito conteúdo gratuito disponível online para quem quer aprender lettering e começar a praticar. Blogs sobre artesanato e desenho, além dos canais no YouTube, são bons caminhos para começar. Até mesmo o Instagram é uma boa fonte de pesquisa e inspiração para começar seu lettering.

Os blogs e canais especializados nesta técnica, além do conteúdo detalhado e ilustrado, oferecem também os chamados freebies, que explicaremos na próxima dica.

Faça testes e exercícios

Mais do que consumir o conteúdo sobre lettering, é essencial colocar tudo na prática. Como é normal em qualquer técnica artística ou hobby, um período de exercícios, adaptação e testes é necessário para dar os primeiros passos também no lettering. Além de seguir tutoriais dos blogs e canais citados, procure por materiais freebies para exercícios.

Os freebies são documentos gratuitos oferecidos como folhas de caligrafia que estimulam a prática do alfabeto maiúsculo, minúsculo, traços específicos com o pincel, etc. Você baixa o exercício, imprime e já pode começar o seu treino.

Compre o material inicial

Para quem está começando, não é interessante fazer um grande investimento em canetas e outros materiais logo de cara. Um material mais básico, apenas para iniciar com seus testes, já basta, idealmente contendo canetas marcadoras (canetinhas), caneta nanquim ou tinteiro de ponta fina e um pincel próprio para caligrafia, se desejável. Também não é necessário comprar todas as cores de uma vez. Quanto às marcas do material, prefira as já reconhecidas com bom custo-benefício. O material de estudantes (não o escolar, ok?) é uma boa opção.

Saiba como se organizar e planejar um lettering

Também na hora de começar um lettering, é importante saber como se organizar na questão de materiais e planejar a distribuição do seu texto. Se não usar folhas pautadas, faça linhas com lápis ou lapiseira para guiar seu trabalho. A dica aqui é desenhar o seu lettering primeiro com grafite, dando a possibilidade de corrigir qualquer problema de tamanho. Depois que tudo estiver disposto no papel, volte com a caneta ou tinta.

Teste novamente

Continue praticando e testando novas técnicas e materiais. Isso é essencial para se habituar ao lettering, deixando o processo e suas atividades muito mais simples e divertidos. Conforme progredir, vá se desafiando mais com a utilização de desenhos, bases maiores, novas cores e materiais profissionais.

Fonte: Papelaria Universitária

Responder

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos marcados são obrigatório.